in

OS 4 PILARES DO CORAÇÃO: HUMILDADE SIMPLICIDADE TRANSPARÊNCIA INFÂNCIA HUMILDAD…

OS 4 PILARES DO CORAÇÃO:

HUMILDADE?SIMPLICIDADE?TRANSPARÊNCIA?INFÂNCIA

? HUMILDADE ?:

"A nova Luz, autêntica (aquela que não foi desviada), vem revelá-los a vocês mesmos na suavidade e na humildade, no Fogo da Verdade e no Fogo do Amor, permitindo-lhes, queridos filhos, se o desejam, juntar-se à sua Eternidade, um a um."

Maria (17-07-2010)

?

"Lembrem de permanecer humildes.

Lembrem de permanecer na simplicidade.

Lembrem de continuar sua vida em meio à matriz como vocês o prometeram, a maioria de vocês, até seus últimos limites, a fim de permitir àqueles de vocês, de seus Irmãos e de suas Irmãs que desejam ir para sua Unidade e que não chegaram, até agora, a se desengajar de certos esquemas.

Os últimos momentos são para eles, não são para vocês, porque para vocês, eu diria que quase tudo está feito."

"Como Mãe da humanidade, Mãe de todos vocês, a Mãe que eu sou os quer livres, autônomos, serenos, lúcidos e, sobretudo, humildes e simples."

"Raros são os seres que, no momento, têm a capacidade e a humildade de viver as três Vibrações de maneira sincrônica ao mesmo tempo.

Mas o que importa, o mais importante é que a Luz Vibral penetre no seu Coração fora de minha Presença e fora de nosso encontro das 19h [14h – horário de Brasília].

Nós abastecemos vocês, vocês se abastecem a si mesmos, na Fonte.

É o que lhes dá força, a humildade, a simplicidade e a Luz para continuar o caminho desse mundo."

"Coloquem-se sempre a questão: por quem é condicionada a ação? Ela é condicionada pela humildade ou não?

O princípio de irradiação da Luz Unitária se faz sobre toda a Terra.

É a Inteligência da Luz, ela mesma, que vocês despertaram em vocês e que acolheram em vocês, quem vai decidir a ação.

Ela seguirá então as linhas de menor resistência para atingir a alma e a situação que ela deve alcançar.

Mas isso não depende de vocês.

Seria extremamente presunçoso querer direcionar a Luz que se encontrou para alguém ou para uma situação.

A melhor boa nova, como diria meu Filho, que vocês podem sustentar, é sua Presença, não pelas palavras e não pela vontade.

Essa Presença não depende de um contato físico, ela independe do tempo e independe do espaço, já que ela esta fora da matriz."

Maria (21-08-2010)

?

"A humildade não se importa com o que vocês eram aqui embaixo, ontem ou há muito tempo.

A humildade não se importa, também, com o que será amanhã, não prevê nada, porque a humildade estando estabelecida na simplicidade, ela sabe pertinentemente que a simplicidade provê tudo, absolutamente tudo."

"Não pode haver Verdade sem humildade.

Não pode haver revelação do Espírito enquanto a humildade não está instalada.

Eu não falo de falsa aparência, mas efetivamente o que significa a humildade no seu sentido o mais nobre: aceitar não ser nada aqui para ser tudo no Espírito."

Philippe de Lyon (19-02-2011)

?

"Esse mundo que termina vai entrar em fases de ação e de reação cada vez mais intensas, cada vez mais difíceis.

Será, contudo, que vocês são isso?

Será, contudo, que vocês devem, vocês também, entrar em ação ou reação?

Não.

Tornem-se menores.

Tornem-se humildes."

"…a humildade, ou seja, considerar-se como ao mesmo tempo o grão de areia, permite-lhes ao mesmo tempo ser o Tudo.

Mas enquanto vocês reivindicarem uma posição intermediária, vocês estarão separados do Tudo e separados do grão de areia.

Vocês não serão então nem o Tudo, nem o grão de areia, mas simplesmente estarão no ego e na personalidade.

Estar no Amor, é oferecer a outra face.

É manifestar a doação em tudo o que faz sua vida.

É mudar de olhar, mesmo sobre seus próprios sofrimentos, mesmo sobre as próprias afrontas vividas em sua vida, por um ambiente que seria contrário à Unidade e o Amor."

"Então, «Tudo é Um» necessita a humildade.

Necessita levar um olhar a cada minuto, renovado e novo, para mudar de visão, para mudar de paradigma, para mudar de Vibração, definitivamente.

É acolher tudo o que se manifesta à sua Consciência como fazendo parte de vocês, que aquilo seja a afronta, que aquilo seja o golpe que recebem física ou psicologicamente, como a rosa que vocês acolhem e que lhes é oferecida.

Isto deve fazer-se do mesmo modo: sem indiferença, mas sem reação.

Sem prazer ou desprazer, mas na Alegria, porque é na aquiescência a esta Verdade que vocês poderão aproximar-se, ao mais próximo possível, do Amor e do «Tudo é Um»."

Ma Ananda Moyi (05-03-2011)

?

"Estar na Vibração da Luz, pela graça do Fogo de Miguel, pela graça da Presença do Arcanjo Uriel, pela graça da Redenção, realiza-se apenas pela humildade a mais verdadeira e a mais autêntica."

Miguel (12-03-2011)

?

"Porque, quando vocês vão na humildade a mais sincera, quando (mesmo continuando suas atividades ditas exteriores, ilusórias) vocês reconhecem que estas estritamente nada são com relação ao que vocês são, vocês dão já um passo para a Profundidade."

"Eu repito, esta humildade não é uma negação da personalidade, mas é aceitar remeter ao seu justo lugar o que ela é.

E esse corpo também, ainda que seja seu Templo, porque é nele que deve se manifestar o Cristo."

"Enquanto há uma veleidade de apropriação da Luz vocês não podem ser humildes.

A humildade é um caminho que se percorre.

É bem além da abnegação, é bem além da dissolução."

"Ir para a humanidade, ir para a humildade é aceitar.

Aceitar, abandonar-se, acolher palavras que retornarão cada vez mais agora".

"A humildade será, para vocês, um elemento importante e motor porque, na humildade, não pode haver qualquer reivindicação exterior."

"O Coração é humilde.

Ele é humilde porque ele sabe que toda a Criação e todas as Criaturas, um dia, juntam-se à Fonte, não perdendo o que quer que seja, mas tornando-se si mesmo a Fonte."

"Sair do confinamento, o seu, como aquele que vivia a Terra, é possível apenas pela maior das humildades, o que a Terra manifestou, sem jamais se rebelar.

Porque é aceitando ser cada vez menor e cada vez mais humilde que se revelam a majestade e a grandeza do que vocês são.

A Terra, como cada um de nós."

"Nada poderá realizar-se se não há humildade, mesmo nesta Dualidade.

A humildade será, de algum modo, seu salvo-conduto de Luz e de Verdade.

Paramentando-se com o manto da humildade e de sua Vibração, vocês encontrarão cada vez mais seu corpo de Eternidade, aquele que foi chamado pelos Arcanjos o corpo de Existência."

"Quanto mais vocês forem para a humildade, mais o que lhes acontecer, nesta ilusão, lhes parecerá fútil e sem importância.

Mas, entretanto, vocês deverão vivê-lo a cada minuto."

"A humildade é, de algum modo, o bálsamo do sofrimento.

Porque todo sofrimento, em definitivo, está aí apenas para recordar a condição efêmera."

"A humildade conduz à alegria."

Teresa de Lisieux (13-03-2011)

?

"Assim que vocês entram na humildade, na simplicidade, assim que vocês se abandonam à Luz e que aceitam que o Fogo do Espírito substitua o Fogo do ego, naquele momento, todas essas Vibrações instalam-se.

É preciso deixar instalar-se."

Aïvanhov (05-04-2011)

?

"Lembrem-se: «não sou o confinamento», «não sou o medo», «não sou o que diz minha cabeça», «não sou o que diz meu corpo». Eu sou a Eternidade."

"A Humildade é, enfim, aceitar que, durante este período, vocês não dominam, absolutamente, qualquer elemento de suas vidas, de seu ambiente ou da Luz, ou da sociedade, ou da Terra e do Céu, porque são esses elementos que verão a influência da Luz agir sobre eles e transformar, completamente, as circunstâncias do que vocês chamam sua vida."

Gemma Galgani (24-09-2011)

?

? SIMPLICIDADE ?:

"Um bom número de Arcanjos e de intervenientes, dos 24 Anciãos, vos fala de ir ao essencial e simples. Esta é de fato a coisa mais importante a se fazer, posto que nesta simplicidade e nas coisas essenciais que vocês serão capazes de acolher e responder ao meu Anúncio. Se vocês não forem simples, mesmo que meu anúncio seja para vocês audível e visual, o mental prevalecerá, apesar da emoção de nos reencontrarmos. E o mental fará tudo, se vocês lhe derem voz e atenção, para deturpar minha Presença e meu Anúncio. Cultivem, ao melhor de vossas capacidades, a simplicidade. Vão ao essencial. Será assim que vocês poderão melhor aceitar e integrar meu Anúncio."

Maria (05-05-2010)

?

"Não se deve lutar contra, é necessário aceitar a Vontade da Luz, a Vontade do Fogo em você. Lá se encontra a solução e lá somente. Vá em direção ao essencial, não há mais tempo para se perder, não há mais tempo para dar ouvidos aos seus sofrimentos, mas sim de ir em direção da alegria da Luz.

A Felicidade, a Serenidade, a Humildade, e Simplicidade do Samadhi que lhes foi conferido pela possibilidade de se religar a Fonte, é a garantia de sua travessia deste momento. Os medos nada são que as expectativas projetadas por seu mental do que há por vir. Na Luz, não há jamais o medo."

?

"Vocês devem simplesmente velar, ter sua Casa limpa, isso quer dizer não acumular mais resistências àquelas já existentes em vocês. Sempre vos foi dito para ir em direção da simplicidade, humildade, e facilidade.

Nada mais importa. Vocês perceberão, durante as semanas e meses que virão, que mesmo o seu mental não fará resistência ao que há por vir. Ele se fará esclarecido pela mais bela das Luzes."

Miguel (05-05-2010)

?

"O que São João descreveu exteriormente corresponde também ao que acontece no Interior de vocês, e, o mais importante, é vivê-lo no Interior, de início, antes de manifestá-lo no exterior.

Não se sirvam portanto de seu sentir, que é muito vago.

Não se sirvam de sua decisão mental.

Sirvam-se, seja da Vibração no Coração, seja da análise do que é fácil ou não fácil.

A voz da simplicidade, e a voz da Luz, é sempre fácil, sobretudo nos tempos que vivem.

Quando é complicado, quando as coisas não acontecem, coloquem-se a questão de saber o que, em vocês, é um medo, o que, em vocês, é uma resistência.

A Luz que começa a se infiltrar em sua Dimensão é uma evidência.

Ela é Alegria, ela é fluidez, facilidade.

Tudo é simples, em seu seio."

Aïvanhov (15-05-2010)

?

"Somente o que resiste à Luz deve transformar-se, de maneira por vezes violenta mas, o mais frequente, as Consciências individuais que acolherem os comboios de ondas, de irradiação vindas para vocês, verão as coisas desenrolarem-se, para eles, na Unidade e na Paz.

Eu transmito, por intermédio desse canal, e de minha vida, meios muito simples e muito lógicos de dirigir a Vibração em seu Templo Interior, para acolher os efeitos da Luz.

Hoje, mais que jamais e certamente menos que amanhã ainda, o conjunto de suas vidas deve ir para a simplicidade, para a Vibração, para o Coração, porque é na Vibração de seu próprio Coração que se encontra o acesso à Paz, o acesso à Alegria.

Este aspecto de Vibração fará toda a diferença no momento vindo, entre aquele que está no medo e aquele que está na Alegria, no desenrolar do que está para viver."

Um Amigo (26-05-2010)

?

"Na Presença, vocês são leveza.

Na Presença, a Alegria está lá, sem motivo, sem suporte e sem relação com qualquer acontecimento.

Aí está a Unidade.

Vocês vivem este aprendizado a fim de se tornarem cada vez mais lúcidos dos momentos em que vocês estão no Ser e dos momentos em que vocês ali não estão.

Esses vai-e-vens que participam de seu aprendizado, vão se tornar cada vez mais dolorosos e difíceis, levando-os, obviamente, a escolher a Unidade e a simplicidade de sua Presença."

"Compreendam bem que isso não é um jogo, mas algo de grave e simples ao mesmo tempo, que lhes permite se estabelecerem em sua Presença.

Na Unidade e na Presença, as resistências do mundo, como as suas, não têm pesos.

A saúde vem da Presença.

A leveza vem da Presença.

A simplicidade vem da Presença.

A Unidade e a Verdade, presentes em vocês, estabelecer-se-ão para que o conjunto de seus dias se tornem Unidade e Verdade na simplicidade."

"Na Unidade, ainda uma vez, tudo é simples.

Tudo se resolve.

Absolutamente tudo.

Eis que na Unidade, há resolução da Ilusão.

Eis que na Unidade, a personalidade é dissolvida."

Uriel (07-09-2010)

?

"Lembrem-se, recordem-se: na humildade e na simplicidade encontra-se o que vocês são.

Recordem-se, lembrem-se o que vocês vieram fazer nesse mundo, vocês que não são desse mundo.

O momento da liberdade chegou, se vocês o desejam.

A humildade e a simplicidade são os elementos que são necessários e suficientes para viver esses momentos."

Maria (17-09-2010)

?

"Cada vez mais, nós iremos para a simplicidade que se expressa fora das palavras, mas pelo seu comportamento, pelos seus gestos, mesmo através de técnicas que nós lhes demos, mas cada vez menos pelas palavras.

Porque as palavras, vocês sabem, isso depende de como se escreve essa palavra em francês (ndr: ‘les maux’), mas as palavras são demasiado específicas do que existe nessa Dimensão dissociada já que, a partir da 3ª Dimensão Unificada e bem além, como o disse já muito longamente o Arcanjo Anael, a comunicação é Vibral, quer dizer, passa pela forma, pelo som, pela cor e pela mudança de forma.

Não há o obstáculo do que é chamado de ‘a palavra’ já que a um dado momento, a ativação do 11º corpo se traduz pela ativação do Verbo e o Verbo se torna Criação (é, aliás, a primeira frase que é dada no Evangelho de João, ela é extremamente importante).

Mas, estando ainda encarnados, muitos seres humanos têm ilusão com as palavras."

"E jamais, jamais, jamais um conhecimento exterior irá acender a Merkabah. É uma Vibração.

E essa Vibração, ela se traduz pela ativação dos 4 Pilares centrados pelo ER, são os 4 pilares dos Hayoth Ha Kodesh, 4 Cavaleiros do Apocalipse e alinhados, sobretudo, com o Coração, com o 9º corpo e com o Bindu, o ‘corpo de Cristal’.

E isso, não é uma visão do Espírito, é uma realidade Vibratória.

Mas ler um escrito não é viver a Merkabah.

Vocês podem ler todo o ensinamento da Verdade.

Se vocês perdem a finalidade e se vocês não vivem a finalidade, isso não serve estritamente a nada.

Eu creio que alguém disse: “felizes os simples de espírito.”

Aïvanhov (25-09-2010)

?

"Eu finalizarei simplesmente por essas palavras: se cada um dos meus filhos se estabelece na simplicidade e na humildade, então todas as portas se abrirão.

Naquele momento, vocês não terão mais necessidade de nada para viver nossa reunião.

O resto é, de certa maneira, os meios, as ferramentas, que reforçam sua própria Vibração.

Quanto mais sua Consciência for Unitária, mais vocês se tornarão Amor em Verdade, menos vocês necessitarão do que quer que seja."

"Vocês não têm que se preocupar com nada.

Simplesmente, quanto mais possível, tentem estar no Coração, na Vibração de seu Coração, centrados pelos quatro Pilares tais como lhes foram comunicados.

Pela humildade, pela simplicidade, tudo se estabelecerá.

Isso é, minha fé, tão simples.

Oh, certamente, resistências vão emergir, não em vocês, mas nesse mundo.

Trata-se de um último combate para aqueles que desejam combater.

Mas, definitivamente, quanto menos combatentes houver, mais o combate se extinguirá dele mesmo, é claro.

Então, entrem em vocês porque tudo está aí.

Absolutamente tudo."

"Quanto menos vocês resistirem à onda da mudança, a sua, mais vocês irão se estabelecer facilmente na Alegria.

A Alegria, lembrem, é facilidade.

Tudo é resolvido.

O que vocês denominam doença, sofrimento, dor, desaparecem.

A Alegria é resplandecência.

A Alegria desaparece quando o mental intervém, quando ele calcula.

Obviamente, nesse mundo, muitas coisas os afastam da Alegria.

É muito simples.

Assistir à tevê, ler jornais, escutar os mexericos de uns e de outros os afastam da Unidade.

Caluniar e falar do outro os afastam da Unidade.

Criticar os afasta da Unidade.

Desejar o bem os afasta da Unidade, tanto quanto desejar o mal.

Estar na Unidade é, justamente, não mais desejar na Ilusão.

Não é para renunciar à vida.

É também amar a vida.

Considerar que cada minuto é a ocasião de estar em Alegria.

Que cada encontro é a ocasião de manifestar a Alegria.

Que cada resistência, também, está aí para permitir à Alegria iluminar o que é resistência.

Tornem-se pequenos.

Pequenos nesse mundo e vocês serão grandes, em Verdade."

Maria (03-10-2010)

?

"Hoje, é-lhes pedido para deixarem agir a Luz em vocês, para irem para mais transparência, simplicidade, autenticidade, Ética, Integridade, se querem, porque isso é fundamental a fim de ajustar-se individualmente, como o faz a Terra, aos fluxos e às ondas de Luz que se derramam do cosmos, do Sol e da própria Terra.

Aí está o que vocês estão vivendo.

Então, é claro, isso será mais ou menos fácil, de acordo com as resistências, de acordo com o ego que resta a purificar, a pacificar, mas isso vai muito rapidamente, efetivamente.

Isso vocês todos o constataram."

Aïvanhov (19-02-2011)

?

"A nova Visão, o grito da Fênix, o desvendamento da Luz e sua amplificação concorrem para fazê-los ir ao longo desse caminho da Unidade para a Unidade e para a Clareza.

Do mesmo modo que o Amor e a Luz ressoam com humildade e simplicidade, a Clareza, do mesmo modo, necessita a simplicidade do mental, a não confusão.

O que eu chamaria também a estabilidade e não a rejeição das emoções, a capacidade para estabelecer-se na não reação."

Snow (06-03-2011)

?

"O fato de ser tocado pela Graça pode traduzir-se também pelo fato de ser tocado em algumas de suas trincheiras, em alguns de seus confinamentos.

Então, sobretudo, não julguem.

Sobretudo, não busquem, no instante, reagir.

Não busquem, no instante, a explicação.

Contentem-se da Humildade, da Simplicidade que os fará aceitar o que vocês têm a viver, cada um, no instante.

E estejam certos de que a Sabedoria desabrochará, então, de maneira certa."

Snow (02-05-2011)

?

"Ser simples é também, lembrem-se (mesmo se algumas circunstâncias podem parecer, sob o olho da personalidade, como difíceis), aceitar que em última análise, elas irão resultar necessariamente em uma simplificação quanto ao olho de sua Consciência e quanto à vivência de sua Consciência, em relação a este acontecimento (qualquer que seja o setor que é referido em sua vida).

Então, nós estamos aí também, em um processo que, no ocidente, foi denominado fé ou confiança.

Vocês não podem, efetivamente, ter fé na Luz e querer agir, por si mesmo, ao encontro do que a Luz estabelece para vocês.

Porque naquele momento, vocês irão se colocar na porta em falso e vocês irão afastar de vocês o princípio de Simplicidade (o Pilar da Simplicidade) e vocês irão se afastar do instante presente.

Qualquer situação que lhes é apresentada, qualquer que seja, nesses tempos particulares, é inegavelmente a ação da Luz, mesmo se vocês não a percebem no momento em que a vivem."

Sri Aurobindo (16-09-2011)

?

"A partir do momento em que vocês mesmos entram nos meandros dos seus pensamentos, a partir do momento em que alguma coisa (em vocês como no exterior de vocês) aparece como complicado para vocês, estejam certos de que, naquele momento, não é a Luz que age.

Ainda uma vez, tenham a Humildade de não julgar isso, mas de adaptar-se a isso, a fim de demonstrar sua capacidade para a geração da Humildade e da Simplicidade.

É a melhor maneira de se prepararem para a Passagem da Porta Estreita.

É a melhor maneira de se prepararem às suas Núpcias particulares (nas quais MARIA irá retornar), que não são mais as Núpcias Celestes, tampouco as Núpcias Terrestres, mas as Núpcias de Luz, na totalidade."

Gemma Galgani (24-09-2011)

?

? TRANSPARÊNCIA ?:

"A comunicação de Coração, ainda uma vez, imediata e mediata.

Nesta comunicação, não se esqueçam de que tudo se torna para vocês transparente.

Que a transparência não é feita para julgar, para condenar, para supor ou para imaginar.

A transparência é somente destinada para atravessá-los.

Para não ser bloqueada por qualquer filtro.

É efetivamente uma comunicação nova que se estabelece em vocês, bem além das palavras, bem além dos olhares, de Presença a Presença.

Neste estado, vocês captam tudo, absolutamente tudo, do outro como do Universo inteiro."

Anael (07-09-2010)

?

"Vocês sabem que a sombra projetada, por exemplo, está ligada à insuficiente transparência que existe nesta Densidade.

Nos mundos Unificados, a sombra não pode existir, ela não existe, tudo é transparência.

Mas quando lhes digo transparência, como vocês podem compreender a transparência, uma vez que não a vivem?

Vocês têm o hábito de uma certa densidade, de um certo peso.

Quando vocês percorrem os caminhos do Estado de Ser, quando vocês têm acesso à Verdade, além da matriz, vocês penetram estados de Consciência e fenômenos ligados a visões, ligados à Consciência, ligados à percepção de cores e de formas que estritamente nada têm a ver com o que existe neste Plano."

Aïvanhov (29-05-2010)

?

"Questão: se toda relação pelo olhar é distorcida, que olhar se tem no espelho?

Vocês olham sua própria ilusão.

Eu responderia: olhando o que há além do espelho, vocês verão a Verdade, mas, em nenhum caso, a imagem refletida.

Recordem-se que nos mundos Unificados, a transparência é total.

Esta transparência se refere tanto aos pensamentos, como à ação, como ao próprio corpo que vocês habitam.

Não há qualquer opacidade e qualquer sombra.

Ora, o que vocês olham num espelho é uma sombra, que só existe justamente porque a Luz não pode penetrar."

Anael (23-06-2010)

?

"É evidente que com esse modo de comunicação multidirecional certifica-se uma equidade, uma verdade e uma ausência total de falsificação entre o que pode ser emitido por um emissor e recebido por um receptor.

Torna-se então evidente que a própria organização da vida social vai ocorrer segundo normas totalmente diferentes onde a noção de dissimulação, a noção de opacidade, não terá mais andamento.

A transparência será a regra e a transparência deverá levar em conta outras entidades vivas, tanto na estrutura geodésica de 24, como em relação a relacionamentos um pouco mais profissionais, digamos, ou até mesmo afetivos que existem, no entanto, para nós, mesmo se eles não têm as mesmas conotações que vocês ali colocam, vocês mesmos, através das noções de apego.

Na realidade, a colocação em relação ou a colocação em comunicação desta maneira nova, correspondente à 5ª dimensão, está associada à presença da estrutura hexagonal da luz e não permite a presença da mentira, da falsificação e, em caso algum, a noção de propriedade.

A propriedade corresponde a um confinamento."

Ramatan – A Humanidade que Começa – Capítulo 5

?

"Em breve, vocês mesmos não poderão nada esconder de vocês mesmos.

A Luz é transparência e vocês se tornam, vocês mesmos, transparência.

Nada do que fazia seu ego e que podia ser escondido sob a máscara, no interior de vocês mesmos, ocultado do resto do mundo, não poderá sê-lo.

Não se esqueçam de que vocês se tornam transparentes uns para os outros e de que não há necessidade de palavras para ver a Verdade, porque quem está na Verdade vê, necessariamente, a Verdade do outro, o que quer que ele diga, o que quer que ele pense e o que quer que ele faça.

Obviamente, isso pode levar a algumas confrontações, mas essas confrontações não são uma luta, mas, efetivamente, a resultante do estabelecimento da Luz, a fim de que esta resplandeça e irradie em seu mundo.

Como lhes foi dito, Cristo está presente no seu Éter.

Ele está também presente no seu Coração e se revela, hoje, em sua majestade, a sua potência e a sua Verdade."

Anael (21-01-2011)

?

"Vocês podem mentir a vocês mesmos, mas quanto mais sua Consciência se expande, mais acedem a momentos de Unidade, de paz, de Samadhi, de Alegria, mais vocês veem claramente.

Ver claramente, não é com os olhos, é com o Coração.

E ai vocês sabem pertinentemente que é a Vibração de quem está frente a vocês.

Ele até lhes conta todas as lengalengas do mundo, vocês sabem que ele mente.

E o outro não pode saber que vocês sabem que mente, o que gera situações cômicas ou difíceis, de acordo com os casos.

Mas vocês entram na transparência.

O estado Cristo é um estado de transparência Vibratória total, de Amor, de doação total.

Não há meia-medida.

As histórias, como eu disse há um ano ou ainda há alguns meses, de nádegas entre duas cadeiras, terminaram.

Os jogos estão feitos, a roda gira, olha-se, não se tem mais direito de alterar os números.

Eu digo isso para os jogadores.

Vocês já mudaram de mundo, mas vocês não o sabem ainda inteiramente.

A 5ª Dimensão nasceu.

A Terra dá à luz.

Isso vocês sabem.

O parto terminou, mas resta conscientizá-lo."

Aïvanhov (21-01-2011)

?

"O momento da comunicação ou o encontro consciente com o Anjo Guardião é estabelecido, para cada alma, de maneira diferente.

Isso corresponde necessariamente ao que eu chamaria de grau de transparência, um grau de Abandono à Luz tal, que, naquele momento, a possibilidade do contato e, portanto, a presença de uma outra Consciência, no interior da sua Consciência, torna-se possível.

Não há técnica propriamente dita.

O estabelecimento da companhia, como você diz, do Anjo Guardião, foi estabelecido, no ano passado, nos Casamentos Celestes, pelo Arcanjo Jofiel, permitindo, desde aquele momento, sob diferentes formas e não unicamente verbal, obviamente, estabelecer, em todo caso, uma comunicação nem sempre consciente com o Anjo Guardião.

Uma série de véus ou de isolamentos limitou, até agora, de maneira importante, a conscientização da presença do Anjo Guardião.

Hoje, muitos de vocês descobrem, através de presenças múltiplas, à noite, assim como de dia, que estão cercados de seres.

Esses seres vêm de múltiplas Dimensões, de múltiplos universos e de múltiplos mundos.

O Anjo Guardião é apenas um dos elementos presentes nesta atmosfera, nova para vocês.

Obviamente, a manifestação dessas Consciências, na sua própria Consciência, pode fazer-se apenas a partir do momento em que uma série de medos foi transcendida."

Anael (24-01-2011)

?

"O chamado da alma, o chamado do Espírito (o seu, como o Espírito Unitário, que é o mesmo), faz-se cada vez mais urgente.

Isso induz, bem evidentemente, a transformações profundas do conjunto de suas estruturas, do conjunto de seus Veículos, que vão se tornar cada vez mais perceptíveis e flagrantes, para vocês como para todos aqueles que estão ao redor de vocês e que vão ver.

A transparência, o brilho da Luz, a irradiação da Luz far-se-á independentemente de sua vontade, porque vocês manifestarão, cada vez mais facilmente, a Graça e a Presença de quem vocês são, mesmo nesse mundo."

Uriel (19-02-2011)

?

"É necessário simplesmente deixar agir a Luz e compreender que o Jogo entre a Sombra e a Luz é uma maneira, para a Luz, de desalojar, em vocês como também para a sociedade, onde inúmeras Consciências sobre este planeta, mesmo sem terem imaginado o que acontece ou compreender o que acontece, vivem episódios de colocação na luz das zonas de Sombra.

Esse mecanismo exterior, que vocês observam fisicamente, produz-se, obviamente, também, no interior de vocês, em sua estrutura física, mas também, de maneira mais geral, nesse jogo entre a Sombra e a Luz.

É um período de iluminação intensa.

É um período de purificação intensa que, como sempre com a Luz verídica, Adamantina, obriga-os, de algum modo (mas na condição que vocês se abandonem a esta obrigação), a irem para mais autenticidade, mais transparência e mais honestidade, já com relação a você mesmo, Interiormente, mas também ao conjunto de seu ambiente."

Aïvanhov (19-02-2011)

?

"Vocês vão, portanto, mesmo na Consciência que permanece encarnada e comum, manifestar esse próprio princípio da Unidade.

Vocês irão constatar então, facilmente, que lhes será cada vez mais difícil jogar o jogo do ego, o jogo do mental, das emoções, dos apegos, porque vocês irão se tornar efetivamente cada vez mais transparentes.

Esta transparência que pode tornar-se, efetivamente, aí também, embaraçosa para aqueles que, justamente, não estão nesta transparência ou nesta busca de transparência, mas há quem se oponha.

Isso, entretanto, não poderá alterar vocês.

Se vocês forem alterados, é que o Supramental não está ainda estabilizado."

Sri Aurobindo (20-02-2011)

?

"Na Alegria não existe nem Bem e nem Mal, existe apenas um Estado de Clareza, um Estado luminoso, ilustrado por minha própria irradiação, que é apenas a irradiação da Fonte, sobre a qual nenhum elemento próprio à distanciação, à separação, pode vir se opor.

A partir do momento em que não houver mais resistência, mesmo na encarnação, a Alegria pode se desfraldar.

É um Estado de fusão místico, de êxtase, no qual nada mais pode alterar ou perturbar este Estado.

É um Estado Interior, porque a partir do momento que vocês se voltam para o fazer e à ação, obviamente, este Estado permanece no Estado de lembrança, porque a ação, no mundo exterior, pode apenas ser dual, porque é um mundo de dualidade ainda.

O que explica que, em minha vida, eu tenha feito a escolha consciente de manifestar, inteiramente, esta Clareza, esta transparência, esta Unidade, que fez com que eu não tenha podido manter um corpo em vida muito tempo.

Era o meu caminho, era a minha demonstração, é o que eu havia escolhido viver.

Hoje, o conjunto de Irmãos e Irmãs desta humanidade vai necessariamente passar por esta etapa.

Esta etapa de Clareza e Transparência, Irmãos e Irmãs irão vivê-la facilmente."

Gemma Galgani (05-03-2011)

?

"Hoje, a Clareza é superar a separação, é superar o isolamento da consciência.

É levando o olhar e a atenção sobre este ambiente, esta natureza, é reforçar, ao mesmo tempo, a capacidade da consciência para fundir com si-mesma como com todo o resto.

É realmente um caminho para a Unidade.

Ir para o ambiente, ir para a natureza, é também ir para Si, porque é superar a separação da consciência do ser humano encarnado com a consciência da natureza.

É desenvolver a Clareza, o silêncio.

É ir à profundidade de Si, porque o olhar amoroso e a atitude amorosa para com o ambiente os remetem a vocês mesmos, para mais Clareza, para mais transparência, para mais silêncio.

Nos tempos que vocês vivem, do despertar e do voo da Fênix, onde o barulho do mundo vai tornar-se incessante, não é necessário excluírem-se do mundo.

Entrar no Interior de Si não é isolar-se.

Não é necessário ver a interiorização como um recesso, mas efetivamente como um desenvolvimento, um pouco como uma respiração.

Entrar no Si é entrar no ambiente.

É descobrir uma nova profundidade.

É tornar-se transparente e cada vez mais claro."

Snow (06-03-2011)

?

"Na Unidade não há nada a tomar na letra.

Há apenas a Vibrar.

Há apenas a englobar.

Há apenas a Ser, porque o Ser é o próprio sentido da Unidade.

A Vibração é portada e transportada além do som de minhas palavras, do meu Coração ao seu Coração e do seu Coração ao meu Coração porque nós somos um único Coração no Único: espaço de encontro, testemunho da Alegria, instalação no Ser.

Ao centro do centro, no espaço palpitante e imóvel, englobando o conjunto dos possíveis, o Único vem a vocês.

A Terra se junta ao Único.

Filhos do Um, vocês se descobrem o Um, ele mesmo, espaço onde não existe qualquer distância, espaço onde existe apenas a Essência do Coração conduzindo à floração da Essência, fonte perpétua, Cristal cuja Luz tem igual apenas a transparência.

A Luz nasce da transparência."

Uma Estrela (13-03-2011)

?

"Abram, abram-se ao Éter.

Ressonância do Um.

Canto de Graça.

Beleza.

Unidade.

Transparência.

Estado de Ser e Unidade são Transparência e Clareza.

Abrir sua porta a Ele que vem fecundar, por Sua Presença, a Presença de vocês, elevando o Canto do Éter e da confiança.

Verdade."

Uriel (08-04-2011)

?

"Vocês são a Eternidade.

Vocês são contínuos.

Vocês são permanentes em sua imanência.

Vocês são isso.

Então, vibremos na Presença do Um.

Cantemos juntos a ronda do Um, a ronda dos Arcanjos.

Abertos.

Abertos e permeáveis.

Transparentes e Transparência.

Presença.

Instante eterno.

Em vocês.

Escutem o Som, escutem o Canto, escutem o que lhes diz seu Coração.

Apelo palpitante.

Apelo ao Um.

Apelo a Ele, porque vocês são o Um e Ele.

Nenhuma distância, a não ser o olhar que não quer olhar.

Nenhuma distância, a não ser o grito do que desaparece.

O que desaparece não é nada, porque o que aparece é tudo."

Uriel (12-04-2011)

?

"Quaisquer que sejam as manifestações dessa entrada no Interior de vocês mesmos, seja a Alegria inefável do Samadhi ou ainda um simples sono, aceitem, porque esses instantes são verdadeiramente instantes de Graça em que a Luz se estende.

Haverá sempre sobre esta Terra vozes para elevar-se e empregar palavras que nada têm a ver com a finalidade do que se produz.

Para parafrasear o que disse o Comandante dos Anciões, qual será o ponto de vista que vocês irão adotar? Aquele da lagarta, aquele da borboleta?

Disso vai depender a sua capacidade real para viver e para integrar a Luz, a fim de tornar-se, inteiramente, a Luz e a transparência."

Maria (27-04-2011)

?

"Existe na humanidade, devido à irrupção da Luz, certo número de seres humanos que captaram essa Luz, que a guardaram e que, portanto, permitiu um obscurecimento dessa Luz, devido à não transparência deles.

Essa não transparência é escolha deles.

Os seres humanos que entram em ressonância com essa não transparência, chamada de exaltação ou emoção (nada tendo a ver com a Alegria ou com o Fogo do Coração) estão necessariamente sob a influência de forças que os afastam da Unidade, da integridade e que os afastam, ainda e sempre mais, da própria Realização.

O despertar, a Realização, não é algo que possa se encontrar, de maneira alguma, no exterior de si.

Qualquer ser humano, hoje, que se proclame investido de uma Luz e que queira retransmitir essa Luz não pode, em caso algum, pertencer às esferas da Unidade, isso é impossível.

A Maternidade Interior passa pela porta da humildade, pela porta da simplicidade.

Vocês não podem ser, nesse mundo, outra coisa que Portadores de Luz, outra coisa que Sementes Estelares."

Ma Ananda Moyi (28-04-2011)

?

"Passar da Terra exterior para a Terra Interior é a alquimia que vocês vivem neste momento, e encontrando a sua realização na aurora do último dia.

Fusão dos Éteres, revelação da Luz Azul, instalação da Luz Branca e retorno na matriz de Verdade.

Paralelamente a isso, a matriz de carbono da Terra, devido a um mecanismo de evolução, qualificado de lógico, passará de um sistema de carbono para um sistema de silício, sem entrar nos detalhes chamados de química ou de alquimia.

A passagem do carbono ao silício traduzir-se-á por qualidades Vibratórias, por qualidades de transparência e por qualidades de retorno ao ilimitado, permitindo-lhes, ao mesmo tempo, ser uma Consciência nesse novo corpo, como uma Consciência na Fonte, ou ainda uma Consciência em todas as matrizes de Verdade e ali passar, de maneira totalmente consciente e livre."

Anna (28-04-2011)

?

"A transparência é deixar passar a Luz.

Não mais manifestar resistência.

Tornar-se transparente necessita não mais existir, não mais reivindicar o que quer que seja.

É tornar-se, efetiva e concretamente, a Luz.

A transparência de que falo é, obviamente, em relação com a transparência de uma vidraça.

É exatamente a mesma coisa.

O ego, ligado ao fogo do ego, é o fogo da resistência à transparência, ligado ao isolamento e ao confinamento na ilusão.

O ego existe apenas pela resistência, porque, se não houvesse resistência e sim transparência total, naquele momento, vocês se dissolveriam inteiramente na Luz e viveriam a Alegria e o Samadhi."

Mãe – Companheira de Sri Aurobindo (29-04-2011)

?

"Vocês não podem pretender estar na Paz se vocês não estiverem na Paz.

Vocês não podem pretender estar na Alegria se vocês não manifestarem a Alegria.

O ego manifestar-se-á sempre de maneira oposta à Paz, e de maneira oposta à Alegria (qualquer que seja a denominação que isso possa tomar: burocracias, prazeres, desejos, etc.).

A Vibração do chacra do Coração, da Coroa Radiante do Coração, a ativação da nova Tri-Unidade, apenas é possível a partir do momento em que o Ser se abandonar à Luz, entrar na Transparência.

Transparência a si mesmo.

Transparência no que diz respeito ao outro.

Isso requer, de fato, a Humildade, a Simplicidade, um conjunto de características que lhes foram dadas e comunicadas, de diferentes modos."

Anael (03-05-2011)

?

"A Transparência é o que os faz sair da aparência, é o que os faz sair da ilusão de ser uma pessoa, neste mundo, e que faz com que não possa mais ali ter a menor interação, neste mundo, ligada à pessoa, mas sim uma ação, lúcida e consciente, diretamente conectada à Presença do Si, da Unidade, da Verdade, da Beleza.

Tornar-se Transparente à Luz é certificar-se de que, no interior da Consciência, não existe mais zonas de resistências.

A Luz pode então atravessá-los, inteiramente, sem que ela seja interrompida, no interior da Consciência, por qualquer elemento.

Tornar-se Transparente à Luz confere, é claro, o que eu já disse, confere um estado de Serenidade, um estado de Paz, um estado de Alegria, a nenhum outro parecido, um estado de Serenidade e de Beatitude.

Viver a Unidade e manifestar a Unidade, tornar-se Transparente, é estar além mesmo da identificação à Luz, é tornar-se si mesmo, em Consciência, a totalidade da Luz.

Para isso, não deve mais existir a mínima coisa chamativa da pessoa, a mínima vontade da pessoa além do que permanecer no estabelecimento desta Luz, desta Transparência."

Um Amigo (14-09-2011)

?

"A Criança Interior é a manifestação da alma na vida sobre a Terra que, ao mesmo tempo mantendo a Alegria, ao mesmo tempo mantendo a visão clara (exterior ou no Coração) do que é a família, do que são as regras da sociedade, quis, muito pequena, ir para outra coisa.

Essa «outra coisa» era, para mim, indizível.

Em minha vida, eu não toquei o indizível.

Eu apenas toquei esse impulso de minha Criança Interior que me fez, de algum modo, apreender essa Verdade de não mais ser nada, de abandonar-me a Ele, a Ela, aceitar, de qualquer modo, perder minha vida, que efetivamente perdi, para ganhar meu Céu.

Isso é o que eu realmente vivi, o caminho da infância, o Pequeno Caminho, aquele que consiste em nada buscar desse mundo, mas buscar tudo do outro mundo, não como uma busca, mas, antes, como a última vontade, aquela de ir para Ele".

"No Pequeno Caminho há também essa profundidade onde, aceitando não mais olhar no exterior (o que não quer dizer isolar-se e renunciar ao que quer que seja, mas efetivamente ir para Si), vocês ali encontrarão o impulso da alma que os conduzirá ao Espírito.

Esse impulso da alma que muitos de vocês viveram, pela ignição da Coroa Radiante da cabeça e pelo som da alma ouvido no ouvido.

Hoje, é preciso fazer mais.

É preciso estender os braços, é preciso viver esse Abandono final.

O que é que Cristo vem pedir-lhes?

Ele dirá: «Você quer deixar os mortos enterrar os mortos e você quer seguir-me?».

Para isso, é claro, há certo número de apegos, quaisquer que sejam, que cada ser humano em encarnação apresenta.

Apegos ao ser amado, apegos aos filhos, apegos a uma posição na sociedade, apegos à própria vida, porque, apesar de tudo, a vida é algo de magnífico.

Ela simplesmente foi amputada de sua parte mais divina, em vocês.

Mas, no exterior, ela se estende em sua Majestade, em sua criação.

…O caminho da infância, o Pequeno Caminho, é certamente o melhor modo, atualmente, de facilitar a vinda da Graça, de sua Graça, permitindo sua Ressurreição.

Para isso, é preciso ir à Profundidade de você mesmo.

É preciso superar os medos.

É preciso superar os apegos, não suprimi-los, mas transcendê-los".

"Voltar a tornar-se como uma criança.

E Cristo dizia: «Ninguém pode penetrar o Reino dos Céus, se não volta a tornar-se como uma criança», quer dizer livre de qualquer apego, de qualquer crença, livre de qualquer passado e de qualquer futuro.

É verdadeiramente estar no instante, viver o instante, sem estar, como a personalidade, preocupada com o instante seguinte ou estar ferida pelos instantes passados.

É verdadeiramente instalar-se nesse presente, onde tudo é possível, onde a Luz penetra na Vibração e na pulsação de seu Coração".

Teresa de Lisieux (01-05-2011)

?

? INFÂNCIA ?:

"Vocês estão prontos para viverem a Alegria?

Vocês estão prontos pare viverem a Confiança nova, em seu foro interior, em sua alma, em sua Essência, em sua personalidade?

Cristo disse: “ninguém pode penetrar o Reino dos Céus se não volta a ser como uma criança."

Puro como uma criança, com o olhar da inocência, com um coração aberto, com a tranquilidade de Espírito daquele que vê em qualquer outro além dele, o Cristo.

Não se esqueça jamais que Cristo disse aos seus discípulos: "o que vocês fazem ao menor de vocês, é a mim que vocês o fazem.”

"O juramento que vocês realizaram, em sua descida na densidade, deve se acompanhar do mesmo juramento, no sentido do retorno.

Vocês não podem, e vocês não poderão mais ver no outro, pelo princípio de confiança e de Alegria outra coisa além de Cristo.

As palavras, os pensamentos, indo contra esse princípio de confiança, os condenam ao desvio da Luz.

Isso não é uma advertência, uma vez que a Alegria participa da Luz e a Sombra não pode ir na Luz.

Assim, a Alegria ilumina sua alma, a Alegria ilumina os Mestres que vocês são, mas não deixem sua personalidade ir contra isso, porque, nesse caso, vocês se condenariam a si mesmos.

Isso é fundamental, isso não sofre qualquer exceção, qualquer que seja.

Se lhes é impossível ver no outro o princípio Cristo para a ação, é ainda tempo de renunciar."

Anael (22-05-2009)

?

"Esta infância necessita, como o nascimento de um Ser Humano, alguns espasmos de liberação.

Veja aí simplesmente a liberação e o nascimento.

Traga a esse processo sua alegria, aquela que possue nos espaços Interiores, porque você tem um dever, se o aceita, aquele de mostrar o caminho e a via pela sua Presença e pelo seu Ser, por sua Vibração, para aqueles que duvidam ainda.

Eles são numerosos.

Nenhuma palavra poderá convencê-los.

Somente no silêncio de seu Coração e na Radiação de sua Presença na Unidade coMigo, você poderá permitir-lhes ressoar eles também, na liberdade que você encontrou.

Eu conto com Você, como você conta tu coMigo, para manifestar, nesse mundo, no tempo que é fixado, o que vocè é."

A Fonte (20-03-2010)

?

"Mas o que acontece fora, acontece também em vocês.

Alguns de vocês, qualquer que seja sua abertura para a Luz Unitária, ainda não penetraram, inteiramente, sua Unidade, sem mesmo falar de ir em seu corpo de Existência.

Para a maioria dos seres, o Fogo do ego pode ainda manifestar-se.

Lembrem-se de que o Fogo do ego vai atrair essa Luz Vibral, manifestando-se em proveito do ego, ou seja, da apropriação e não da doação.

A personalidade vai mesmo encontrar todos os subterfúgios para derivar e desviar a Luz do Coração.

É nesse sentido que seus espaços de alinhamento, que seus espaços Vibratórios devem ser privilegiados, a fim de estarem seguros e certos de permanecerem ou de entrarem na Unidade.

O Conhecimento do Coração é este.

Não é qualquer outro.

E é por isso que Cristo ou Buda, em outros termos, falavam da infância, falavam da ilusão do mental e das emoções e da ilusão desse mundo."

Jofiel (31-03-2011)

?

"Nós os convidamos, todos, a penetrar o Santuário de seu Coração.

Nós os convidamos, todos, a acolher Cristo de regresso nos Céus e nós os esperamos, a cada dia mais numerosos, nas esferas da leveza, da pureza, da Luz, da infância e da inocência.

Cabe apenas a vocês, qualquer que seja o que existe ainda em vocês hoje, aceder ao seu Céu e à sua Alegria."

Maria (27-04-2011)

?

"A Criança Interior é a manifestação da alma na vida sobre a Terra que, ao mesmo tempo mantendo a Alegria, ao mesmo tempo mantendo a visão clara (exterior ou no Coração) do que é a família, do que são as regras da sociedade, quis, muito pequena, ir para outra coisa.

Essa «outra coisa» era, para mim, indizível.

Em minha vida, eu não toquei o indizível.

Eu apenas toquei esse impulso de minha Criança Interior que me fez, de algum modo, apreender essa Verdade de não mais ser nada, de abandonar-me a Ele, a Ela, aceitar, de qualquer modo, perder minha vida, que efetivamente perdi, para ganhar meu Céu.

Isso é o que eu realmente vivi, o caminho da infância, o Pequeno Caminho, aquele que consiste em nada buscar desse mundo, mas buscar tudo do outro mundo, não como uma busca, mas, antes, como a última vontade, aquela de ir para Ele."

"No Pequeno Caminho há também essa profundidade onde, aceitando não mais olhar no exterior (o que não quer dizer isolar-se e renunciar ao que quer que seja, mas efetivamente ir para Si), vocês ali encontrarão o impulso da alma que os conduzirá ao Espírito.

Esse impulso da alma que muitos de vocês viveram, pela ignição da Coroa Radiante da cabeça e pelo som da alma ouvido no ouvido.

Hoje, é preciso fazer mais.

É preciso estender os braços, é preciso viver esse Abandono final.

O que é que Cristo vem pedir-lhes?

Ele dirá: «Você quer deixar os mortos enterrar os mortos e você quer seguir-me?».

Para isso, é claro, há certo número de apegos, quaisquer que sejam, que cada ser humano em encarnação apresenta.

Apegos ao ser amado, apegos aos filhos, apegos a uma posição na sociedade, apegos à própria vida, porque, apesar de tudo, a vida é algo de magnífico.

Ela simplesmente foi amputada de sua parte mais divina, em vocês.

Mas, no exterior, ela se estende em sua Majestade, em sua criação.

…O caminho da infância, o Pequeno Caminho, é certamente o melhor modo, atualmente, de facilitar a vinda da Graça, de sua Graça, permitindo sua Ressurreição.

Para isso, é preciso ir à Profundidade de você mesmo.

É preciso superar os medos.

É preciso superar os apegos, não suprimi-los, mas transcendê-los."

?

"Voltar a tornar-se como uma criança.

E Cristo dizia: «Ninguém pode penetrar o Reino dos Céus, se não volta a tornar-se como uma criança», quer dizer livre de qualquer apego, de qualquer crença, livre de qualquer passado e de qualquer futuro.

É verdadeiramente estar no instante, viver o instante, sem estar, como a personalidade, preocupada com o instante seguinte ou estar ferida pelos instantes passados.

É verdadeiramente instalar-se nesse presente, onde tudo é possível, onde a Luz penetra na Vibração e na pulsação de seu Coração."

Teresa de Lisieux (01-05-2011)

?

"A Inocência é a condição prévia, com a Infância, que permite viver essa Cruz específica, chamada a Cruz Posterior do Cristo.

Diretamente em ligação com a ressonância de minha Estrela, e da Estrela de minha Irmã, que me faz frente, Santa Teresa.

O Caminho da Inocência é aquele que aquiesce à Luz, aquele que abandona toda veleidade de compreensão do que quer que seja, porque, viver a Unidade está além de qualquer compreensão, além de qualquer palavra.

Então, falar da Unidade e da Inocência é, já, de algum modo, sair da Inocência e da Unidade, porque nenhuma palavra pode satisfazer uma descrição qualquer da Unidade.

A Unidade, justamente, pode ser vivida apenas na ausência de qualquer palavra, na ausência de qualquer compreensão, de qualquer pergunta, de qualquer espera."

?

"Voltem a tornar-se como uma criança, redescubram a Inocência.

A Inocência da Luz.

A Unidade, como eu dizia, é não ver o Bem e o Mal.

É estar além do Bem e do Mal.

É aceitar ver a Sombra, simplesmente como uma luz não revelada.

É não julgar, não discriminar, não discernir, mas tornar-se, inteiramente, a Luz.

É isso que se abre a vocês, doravante, e que cada dia, a cada sopro, vocês vão penetrar, ainda mais em Profundidade e em Verdade.

As manifestações disso serão múltiplas, em vocês como no exterior de vocês.

Aceitem que tudo isso é apenas o Reflexo da ação da Luz.

E que somente o olhar exterior pode ter medo de suas próprias manifestações, Interiores ou exteriores, do planeta."

Gemma Galgani (01-05-2011)

?

"UNIDADE e PROFUNDEZ é a Infância Interior, portanto, a inocência.

Você suprime «Interior» e você tem a infância, inocência.

…A inocência é a capacidade para viver, inteiramente, o instante, sem fazer intervir o mental ou qualquer projeção do que quer que seja."

Aïvanhov (03-05-2011)

?

"De qualquer forma, pode-se dizer que a Profundez é uma etapa preliminar, permitindo reencontrar a Inocência da criança e a espontaneidade da criança, as quais vêm revelar, então, a Luz e a Verdade.

Isso necessita, é claro, de certa forma de renúncia, não uma renúncia à vida, é claro, mas uma renúncia à pequena pessoa, à identidade, à sua própria história, uma renúncia a toda vontade, a toda veleidade de monopolizar o que quer que seja.

Dar-se inteiramente a algo que não é conhecido e que, no entanto, progressivamente e à medida que isso é realizado, permite viver o que é esse Abandono, essa doação de Si, permitindo encontrar, para além do nada da personalidade, o Tudo da expressão da alma, conduzindo ao Espírito e à Verdade.

É claro, na hora em que, sobre esta Terra, muitas coisas se produzem e em que muitas coisas se criaram para impedir o ser humano de aproximar-se da Verdade, é preciso, efetivamente, voltar a tornar-se como uma criança.

É preciso, efetivamente, aceitar (não crer, bem ao contrário) nada mais ser nesse mundo, ao mesmo tempo ali estando presente e vivendo, a fim de que se revele, em si, a imensidade da alma e do Espírito.

Somente naquele momento o Coração se abre inteiramente e, então, revela-se e desvenda a Luz Autêntica, preparando, então, o Coração e o Templo para receber Cristo."

?

"Viver a Renúncia, eu repito, não é aquilo que foi pedido pelas religiões.

A renúncia de que falo é, antes de tudo, uma renúncia interior e um mecanismo íntimo, onde tudo o que é superficial, tudo o que é acessório, tudo o que não é da Luz é rejeitado à distância, não por uma negação, mas, justamente, por essa íntima convicção profunda que voltar-se para a Luz pode apenas realizar-se, em definitivo, desviando-se inteiramente da Sombra, não para rejeitá-la, mas para mudar de direção.

Ir à Profundez é isso.

E isso se pode fazer apenas se há Inocência.

Isso se pode fazer apenas se vocês aceitam nada mais ser.

É o único modo de ser tudo, não há outro.

É a porta do Coração, isso vocês sabem, mas resta, ainda, cruzar esse limiar e penetrar, inteiramente, na dimensão do Espírito, a fim de transmutar a carne".

"Pouco a pouco, a alma, revelando-se, chama a compreender e a viver que não se é esse choque, que não se é essa alegria, mas que se é outra coisa, mesmo se essa outra coisa não foi ainda acedida.

Mas essa outra coisa torna-se uma certeza.

Daí nasce a Profundidade e também a necessidade de viver o Caminho da Inocência, da infância, que permite não mais tomar-se por um adulto condicionado pelos quadros, condicionado pelas regras, sejam elas as mais elevadas ao nível da moralidade.

O impulso da alma, então, revela-se e vai permitir experimentar a Paz, que vai conduzir ao Espírito, de maneira segura e certa."

Teresa de Lisieux (31-05-2011)

?

"O Espírito não tem as cores da alma, o Espírito não tem as cores da pessoa, o Espírito é o que vai diretamente conduzir ao Espírito e então fazê-los superar, fazê-los elevar-se de tudo o que é coloração da alma ou da pessoa, elevando-os, de algum modo, da compreensão linear e habitual, presente sobre esse mundo.

A CLAREZA vai então dar uma Profundez, mas sobretudo vai dar ainda mais Inocência e ainda mais Infância, Infância que não pode discernir nem ver o menor mal, que isso seja por seus olhos ou que isso seja por seus pensamentos.

Obviamente, sob a condição de que esta Infância seja ideal e não seja afetada pelas vicissitudes do adulto ou por privações."

"A CLAREZA, quando ela está em ressonância com a PROFUNDEZ, na Infância e na Inocência, dá acesso à Fusão, ou a Penetração, se vocês preferem, da alma pelo Espírito, estabelecendo uma nova Unidade denominada ‘nova Tri-Unidade’, cujo ponto de junção são o Coração, a Unidade e o que vocês chamam de ponto ER.

Então, naquele momento, um novo centro e um novo impulso estabelecem-se no ser, não tendo mais nada a ver com a pessoa, nem mesmo com a alma.

O Sopro do Espírito se estabelece e esse Sopro é um Fogo, vivenciado como tal, um Fogo que não queima."

Snow (31-05-2011)

?

"A Porta Estreita, aquela que foi nomeada aquela da Pobreza e também chamada, pela minha Irmã TERESA, de Caminho da Infância ou ainda da Inocência.

O Caminho onde o caminho do mental não pode existir.

O Caminho onde o fogo da ilusão não pode tentá-los.

O Caminho vindo substituir o fogo que consome, em um Fogo que eleva.

O Caminho que também foi dito: “aquele que desejar se elevar, será rebaixado; aquele que se rebaixar, será elevado”.

"Filhos da Eternidade, levantem-se e se elevem, consumindo, no Fogo do Amor, as últimas Sombras da densidade antiga.

Tornem-se de novo a Criança, tornem-se de novo a Infância.

Sua Fonte é a Alegria.

O Fogo do reencontro entre o Sol e a Terra, o Fogo da Estrela está, agora, ao alcance do olhar e ao alcance da Consciência.

Entrem em vocês.

Entrem no acolhimento da Luz e da Verdade da Estrela.

OD, convida vocês para Nascer na Nova Terra, nos Mundos Livres, na Eternidade.

O apelo, aquele do Céu e da Terra, como aquele das Estrelas e de MARIA, está, agora, ao seu lado."

Anna (13-09-2011)

?

"A Graça é abrir-se a ela e tornar-se a si mesmo essa Graça.

É tornar-se a Luz.

É exprimir essa Humildade, essa Simplicidade, voltar a tornar-se o caminho da Infância, voltar a tornar-se a Transparência a mais total e, isso, em cada sopro de sua vida que resta a cumprir nesse mundo, nesse período final.

Vocês devem pôr em prática, de algum modo, tudo o que nós lhes dissemos e tudo o que vocês puderam Vibrar, seja numa de suas Coroas, seja na totalidade de seu corpo.

A hora é, agora, para a transformação final desse corpo em Corpo de Luz total.

E, para isso, é necessário, efetivamente, aquiescer à Luz, à sua Inteligência e, sobretudo, à sua Ação, e deixar a Luz agir em si.

Isso apenas pode existir se vocês têm a confiança a mais total e se vocês deixam trabalhar, totalmente, a Luz, em vocês."

Maria (26-09-2011)

"Hoje, vocês devem elevar a chama da Luz CRISTO.

Reste o tempo que restar.

A data é agora.

A data não é nem amanhã nem depois de amanhã.

Cada dia, cada minuto e cada sopro de sua vida que resta a percorrer devem ser focados nesse único objetivo: Transparência, Humildade, Simplicidade e Infância, a fim de viver o CRISTO e a fim de permitir-lhes consumar o sentido de sua presença nesse mundo."

Anael (28-09-2011)

?

"A Porta Estreita, como vocês sabem, é a Porta da Infância.

Dizer que n’Ele ou n’Ela tudo está consumado significa, para sua Consciência que, quando vocês percebem isso, bem, efetivamente, tudo está consumado para vocês.

Esses tempos específicos, como o anunciaram os Arcanjos, os Anciões e MARIA, são os tempos em que a Luz instala-se sobre a Terra, favorecendo sua Elevação.

Hoje, mais do que nunca, há – no que vocês têm a viver no Interior de vocês – uma oportunidade que jamais se apresentou, de Reencontrar a Luz.

Esse Reencontro faz-se na fulgurância de um instante e permite-lhes dizer, por sua vez: tudo está consumado, porque, se vocês consumam isso, se vocês vivem essa oportunidade, vocês não poderão ser afetados, de maneira alguma, pelos eventos desta Terra, no exterior.

Vocês estarão, naquele momento, tão estabelecidos na Alegria desse Interior – que se revela em vocês -, nessa Presença (que está ao seu lado e em vocês) que, efetivamente, vocês poderão dizer que, naquele momento, tudo está consumado e que nenhum elemento que afeta a personalidade pode vir alterar o que vive a alma e, sobretudo, o que vive o Espírito".

"Cada vez mais numerosos entre vocês aproximam-se, agora, desse Reencontro, de diferentes modos.

Eu não vou definir, aliás, esses diferentes modos, mas, bem mais, tentar comunicar-lhes (por minha Presença, por minhas palavras) o estado de Espírito no qual vocês devem situar-se para favorecer esse Reencontro.

Realizar isso é, também, realizar (como o disseram vários Arcanjos, vários Anciões) esse Abandono à Luz, essa confiança absoluta na Luz, em sua Inteligência e, sobretudo, em sua ação.

Para isso, é necessário aceitar ignorar toda vontade, ignorar toda veleidade de querer apropriar-se do que quer que seja de exterior.

Isso foi chamado, também, o Caminho da Infância, o Caminho da Pobreza.

Muitos de vocês já vivem manifestações do Apelo da Luz: seja ao nível de suas diferentes Lâmpadas (chamadas chacras, Coroas Radiantes), de diferentes Portas, de diferentes Estrelas.

Todas essas percepções, hoje, revestem essa característica específica de um Apelo da Luz.

O conjunto dessas manifestações.

É a vocês, nesses momentos, que é necessário estar mais na confiança, mais no Abandono, mais nessa Interioridade, porque é colocando-se, nesses instantes privilegiados, ao centro de seus Quatro Pilares, que vocês poderão viver seu Reencontro.

Vocês têm encontros, como lhes foi dito, com sua Eternidade.

Vocês têm encontros com o que nós somos, todos, realmente, para além dessa vida."

"É necessário acolher, inteiramente, essa Presença, porque é a sua.

E isso não se pode fazer em outro lugar que não no Coração, isso não se pode fazer em outro lugar que não na instantaneidade de seu Presente.

E a Infância, a não reivindicação, a Paz, a Humildade, a Simplicidade são os melhores modos, possíveis e compreensíveis, de realizar a Presença d’Eles.

Tornando-se Transparentes, não existindo mais em qualquer reivindicação do que existe desse lado do véu em que vocês estão, então, vocês podem (sendo tão pequenos e tão insignificantes) viver a Grandeza absoluta de seu Reencontro, e realizar, naquele momento, o que vocês São, em Verdade.

Para ser Grande na Luz, na Alegria e na Presença d’Eles e em nossa Presença é necessário, efetivamente, ser minúsculo desse lado."

Teresa de Lisieux (01-10-2011)

?

"Bem-amadas Sementes Estelares, o Apelo que eu lanço esta noite consiste em aceitar a Espada do Fogo, veiculada pela Consciência CRISTO-MIGUEL, que vem perfurar a Porta Estreita, chamada de ponto OD (ou POBREZA ou VIA DA INFÂNCIA), perfurando, ao mesmo tempo, o ponto ER do peito, com a ajuda de METATRON, que perfura a porta KI-RIS-TI."

Miguel (15-10-2011)

COLETÂNEA OS 4 PILARES DO CORAÇÃO: HUMILDADE?SIMPLICIDADE?

TRANSPARÊNCIA?INFÂNCIA?Ayoun Jean-Luc





Source

Comments

Laisser un commentaire

Votre adresse e-mail ne sera pas publiée.

Loading…

0

What do you think?

OS 4 PILARES DO CORAÇÃO: HUMILDADE SIMPLICIDADE TRANSPARÊNCIA INFÂNCIA HUMILDAD…

LES QUATRE PILIERS DU CŒUR : HUMILDADE SIMPLICIDADE TRANSPARÊNCIA INFÂNCIA HUMILITÉ …